Odery Custom Drums

Endorsee Nacionais

       
                    

Pedro Mariano

A música sempre esteve presente na vida de Pedro. Filho da cantora Elis Regina e do músico e maestro Cesar Camargo Mariano, Pedro pôde acompanhar de perto os passos dos mais importantes artistas da cena musical brasileira.

Em 1995, aos 20 anos, ele produziu juntamente com o irmão João Marcello, uma homenagem à mãe, cantando músicas marcantes do repertório de Elis. O tributo fez tanto sucesso que virou um especial de TV.

pedro-mariano

 

Daí em diante Pedro não parou mais. Tomou gosto pelos palcos e gravou o primeiro CD pela Sony, intitulado Pedro Camargo Mariano, lançado em 1997. Ainda seguindo a maré impulsionada pelos ótimos ventos de 95, Pedro participou ao lado do pai do Festival de Jazz de Montreaux, em 1996 na Suíça. Em 99 cantou no Festival Beny Moré, em Cuba, juntamente com os “Artistas Reunidos” (Max de Castro, Daniel Carlomagno, Wilson Simoninha, Jairzinho Oliveira e Luciana Mello).

Em 2000, aos 25 anos, Pedro Mariano lançou o disco Voz no Ouvido pela gravadora TRAMA. O CD recebeu indicação ao Grammy Latino 2001, na categoria “Melhor Disco POP Contemporâneo Brasileiro” e conquistou o Disco de Ouro por 100.000 cópias vendidas.

Em 2002, Pedro lança Intuição – seu segundo disco pela TRAMA.

Em 2003, Pedro e César Camargo Mariano entram em estúdio para a realização de um projeto especial: o CD e DVD Piano e Voz – o qual foi indicado ao Grammy Latino 2004, como “Melhor CD de MPB”.

O ano de 2005 chegou com sabor de vitória e comemoração para Pedro Mariano. Contratado pela Universal Music, o intérprete comemora seus dez anos de carreira realizando um projeto especial: a gravação ao vivo de um CD e DVD – Pedro Mariano – AO VIVO. Foi neste projeto que o intérprete pode realizar algo que há muito tempo já estava em seus planos: Uma homenagem a Elis Regina no momento em que completaria 60 anos de vida se ainda estivesse entre nós.

Em 2007 inaugurou uma nova etapa, com o primeiro trabalho de inéditas de Pedro Mariano pela Gravadora Universal, o CD Pedro Mariano recebe indicação ao Grammy Latino 2007, na categoria “Melhor Disco POP Contemporâneo Brasileiro”.

Em 2009 Pedro lança o novo CD – Incondicional, bem coerente com sua própria trajetória e com a história da indústria fonográfica, vai cumprir outro papel, o de inaugurar o selo NAU, do próprio Pedro.

A produção investe numa sonoridade contemporânea, Mas com formação instrumental definida por Pedro como “clássica, tradicional e acessível”, O resultado faz do disco uma peça atemporal, pop e clássica, sem nada sazonal ou segmentada. É música que dá conta de hoje (embora gravada em 2004) e que pode ser ouvida pra sempre.

Em 2011, dói anos depois de conquistar sua independência dentro do universo fonográfico, chega as lojas o “8”, oitavo álbum de Pedro Mariano e o primeiro totalmente realizado sob o Selo NAU.

Produzido por Pedro Mariano e co-produzido por Otavio de Morais e Conrado Goys, “8” tem força nos arranjos, conferindo uma bem lapidada harmonia entre interpretação e letra.