Odery Custom Drums

Endorsee Nacionais

       
                    

Dener Taique

endorsse-dener

Dener Taique Fioravante nasceu em Guarulhos/SP, em 1985. Começou a tocar aos 14 anos e seu primeiro contato com a bateria aconteceu ao montar uma banda com os amigos do bairro.
A paixão pelo instrumento e a música foi imediata, e assim em 1999 iniciou seus estudos com o professor Eduardo Paulino (formado na Los Angeles Music Academy). Desde então procura sempre aprimorar–se profissionalmente, com aulas, workshops e treinos diários, visando assim à construção de uma carreira sólida.
Em 2010, formou-se no Instituto de Percussão & Tecnologia (IP&T) em São Paulo. E no período de 2010 a 2012 estudou no Conservatório Dramático e Musical Dr. Carlos de Campos de Tatuí, no curso de bateria (Mpb & Jazz).
É um profissional versátil, estuda diversos gêneros musicais, como: Jazz, Fusion, Ritmos Brasileiros, Afro-cubanos, Funk e Rock.
Para garantir essa versatilidade, faz questão de estudar com professores diferentes, absorvendo o melhor de cada um. Em sua lista de professores podemos destacar: Pepa D´Elia, Ricardo Confessori, Cleverson Silva, Cuca Teixeira, Kiko Freitas, Caio Dohogne, Luis Pagoto, Heverton Luiz, Vandinho Carvalho.
Dener Taique é integrante do projeto de Filipe Ayrosa, conhecido pelo nome artístico Fiuk, filho de Fábio Júnior. Além da turnê por várias cidades do país, tocaram em eventos memoráveis como “Prêmio Jovem Brasileiro”.Com o artista participou duas vezes do programa Altas Horas apresentado por Serginho Groisman, transmito pelos estúdios da Rede Globo.
Em fevereiro de 2014, recebeu o convite para integrar-se a banda do programa Hora do Faro, sob a apresentação de Rodrigo Faro produzido e exibido pela emissora Rede Record. A banda, Faro Finos, comandada por Afonso Nigro e formada pelos músicos: Willian Castro, Dicelio Silva e Gileade Philip. Nas gravações, acompanhou grandes nomes da música popular como: Luan Santana, Buchecha, Gaby Amarantos, Alinne Rosa, Edson (do Edson & Hudson), Rick & Renner, Roberta Miranda, Psirico, Ovelha, e Byafra.

Em outubro de 2014, no evento Internacional do Automóvel (Salão do Automóvel) que aconteceu em São Paulo sob a direção artística de Afonso Nigro, trabalhou como side-man de grandes atrações: Leo Maia, Emanuelle Araújo, Wilson Simoninha, Luiza Possi, Nasi (Ira!), Paula Lima.
Na sede da emissora Rede Século 21 em Valinhos/SP, é um músico fixo na banda do programa Point 21 Oficina. No Troféu Louvemos o Senhor, a maior premiação de música católica do Brasil promovido pela emissora, acompanhou diversos artistas que foram destaque no segmento cristão: Banda Dom, Altemar Dutra Jr., Pe. Fábio de Melo, Dunga, Kennia, The Flanders, Davidson Silva e Pe Reginaldo Manzotti.
Em dezembro de 2014, divide o palco com um mix de artísticas de destaque no cenário da música brasileira. Nesta ocasião tocou com: Fernanda Abreu (Blitz), Paulo Miklos (Titãs), Toni Garrido (Cidade Negra), George Israel (Kid Abelha).
Atua como freelancer, músico de estúdio e leciona o curso de bateria em Campinas/SP nas escolas: Ritmos, Conservatório Carlos Gomes, C.C.E.M. e no Instituto das Artes Luana Lopes.
No momento se dedica a um projeto instrumental: All Tracks. A banda formada em 2011, no interior paulista, pelos músicos e amigos: Willian Castro, Ricardo Narducci, Paulinho Paz e Nenê Santos tinham como objetivo inicial servir como um pequeno grupo de estudo.
Mas com o tempo a banda All Tracks se destacou por seus vídeos postados na internet, com alta qualidade audiovisual e musical. Transparecendo musicalidade, feeling, e o grande prazer de fazer música sem ter pretensão exclusivamente comercial.
O repertório é variado e suas principais influências são o Fusion, Rock, Jazz, música brasileira e ritmos latinos.
Dener Taique também trabalha desenvolvendo vídeos em seu canal no youtube, visando qualidade musical e artística. E para atingir um ótimo resultado em seus trabalhos, conta com a parceria da empresa de bateria: Odery Drums, equipe de profissionais sensacionais que tanto admira.

“Sentir a música correndo nas veias, seja pela pratica de contribuir lecionando ou tocando nos palcos, nunca me fez sentir tão amado!”